terça-feira, 18 de fevereiro de 2020

exploda-me - poesia lírica à moda de marília de dirceu

Resultado de imagem para marília de dirceu

exploda-me

a sinfonia dos anjos
afina seus violões,
cavaquinhos, flautas, banjos,
lá no céu vejo clarões:

é são pedro festejando
e fotografando a gente,
que olhares vamos trocando
pensando em um mais pra frente...

mais pra frente mundo novo
no qual possamos viver
com Jesus Cristo e seu povo,
para nunca mais sofrer.

como anjos também seremos
pombinhos no paraíso
muito além do que podemos
imaginar com juízo.

neste mundo, todavia,
cada qual dá o que tem.
eu só tenho a poesia
para dar para o meu bem.

ela tem mais que beleza,
nestes versos eu revelo:
ela põe qualquer princesa
debaixo do seu chinelo!

não me estranha se ela for
entre os anjos preferida
pra louvar Nosso Senhor
lá na terra prometida...

mulher, você já merece
cá na terra sem valia
o paraíso da prece
que também é poesia.

seja minha musa eterna
entre nuvens e lençóis,
abrace-me com as pernas,
exploda-me em mil sóis!

quero sentir suas coxas
sobre cândidos lençóis,
penetrar-lhe a gruta roxa,
lhe explodir por dentro em sóis!

marcos satoru kawanami

Nenhum comentário :