domingo, 31 de março de 2019

webnamoro


webnamoro

andando pelas plagas da Internet,
achei de ser achado, um belo dia,
enquanto, feito agora, eu escrevia
além do que conheço e me compete.

foi Brenda..., para quem joguei confete
eufórico na tosca idiotia,
sabendo que ela a mim mui preteria
fiel ao Vladimir, que é um gilete.

cortando dos dois lados, esse infame
cortou meu coração nessa contenda
bizarra que merece atento exame.

invoco, para tanto, a justa fenda
que fica bem no meio do certame
no qual se mais disputa a dona Brenda!


Marcos Satoru Kawanami



webcorno

casei-me, nunca fui corno;
uma santa era Claudete...
fui receber tal adorno
namorando na Internet!

marcos satoru kawanami

3 comentários :

Patrícia Pinna disse...

Boa noite, Marcos. Namoros na Internet são complicados. Podem ou não dar certo assim como ao vivo.
Acho que as redes sociais prejudicam e muito os relacionamentos, muitas traições ocorrem, e, para quem não sabe usar, se perde e fere o outro.
Gostei.
Tudo de bom.
Beijos na alma.

Raphaela Barreto disse...

Namoro não internet nem sempre são fáceis, o melhor é o bom e velho "ao vivo".

Adorei o texto,
http://mylife-rapha.blogspot.com

Meri Pellens disse...

Seja como for, aposentada estou nesse ofício rs...
Bjo 💋