sábado, 10 de março de 2018

FRAUTA RUDA



frauta ruda

existe no informal autonomia
sobre toda e qualquer formalidade,
do rei e do plebeu goza amizade
pois ambos se aliviam todo dia.

já o formal pressupõe isonomia,
padrão no trato, às vezes falsidade,
um bem que faz à boa urbanidade,
e aplaca a besta fera, a rebeldia.

mas, se o informal existe sem ajuda,
conforme vem talhado na indolência,
não tem muito recurso que o acuda.

enquanto que o formal prevê clemência
se acaso desafina a frauta ruda,
requinte de uma espécie à permanência.


marcos satoru kawanami