segunda-feira, 12 de fevereiro de 2018

ENTRE A CRUZ E A ESPADA - verso alexandrino



entre a cruz e a espada

a parte mais tocante é quando alguém se toca
que, mesmo semelhante, a parte que lhe cabe
está bem mais adiante, em partes do quem sabe,
além, no altissonante além que o povo evoca.

aqui, bem mais aquém, o cisma se provoca
estrábico demais, ainda que se gabe
da racionalidade, ainda que se babe
ao modo de um bebê diante da pipoca.

o cisma da razão em nome da verdade,
e o cisma da verdade em nome da razão,
têm muito divertido a louca humanidade.

por pouco gente morre a bala de canhão,
e por contrariamente, em tal calamidade,
por pouco gente morre a bem da salvação.


marcos satoru kawanami