quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

FRASEADO


FRASEADO

Quem nunca esteve exposto não se oculta,
quem nunca deflagrou jamais venceu,
quem nunca esteve lá nunca esqueceu,
e quem sempre foi nada não se insulta.

Se alguém bate de frente, é gente estulta,
mas quem jamais reage faleceu,
pois escreveu, não leu, o pau comeu,
e é quem bate por trás que leva a multa.

Eu nunca estive lá, mas não oculto
que, exposto a nada ser, já não faleço,
e atrás da multidão deflagro um vulto.

Eu li o que escrevi, o escrito esqueço
no breu memorial, porém insulto
a multa desleal que não mereço.


Marcos Satoru Kawanami


Um comentário :

Elyane Lacerdda disse...

Muito bom!!!!!!
Seu dom poético é incrível,
como brinca com as palavras!
http://www.elianedelacerda.com