segunda-feira, 15 de agosto de 2016

CRONOLOGIA


CRONOLOGIA

Memória de um passado sem futuro,
agora, no futuro, o meu passado
procura de si mesmo o olvidado
pretérito imperfeito tão obscuro.

A cada instante, eu mais não sou, mas juro:
jurar transgride em muito o combinado,
porém deixo de estar onde hei estado,
a cada instante, e entanto me procuro.

Procuro, procurei, e procurava,
o fluxo ininterrupto nos ilude
que o presente não passa nem passava.

E, estando no passado, eu amiúde
o presente futuro imaginava,
fazendo futurismo enquanto pude.


Marcos Satoru Kawanami