sábado, 5 de março de 2016

AOS MÁRTIRES

fuzilamento do padre Pro

AOS MÁRTIRES

Com mártires começa a Cristandade
nos tempos da romana decadência,
a fé, que é mais coragem que prudência,
prudente em ter coragem, não se evade.

Parece que a atual realidade
também se apura em crise de existência,
sofrendo de seus órgãos a falência,
roída pelo câncer da maldade.

Teremos muitos mártires cristãos
até que sobrevenha o fim da História
num mundo que se empenha em ser pagão.

E é sempre no martírio mais notória
a cruz que alguém abraça, a convicção
de encontrar Jesus Cristo em sua glória.


Nhandeara, 5 de março de 2016
Marcos Satoru Kawanami