segunda-feira, 15 de fevereiro de 2016

NARCISO

Eco e Narciso

NARCISO

Na selfie, alguém selfish se retrata,
e, a caminho de língua neoinglesa,
eu vejo a exuberante e sã beleza
ser vã naquela foto de primata.

A selfie, em que Narciso se desata,
revela deste tempo a natureza
humana, que evolui para a torpeza,
e a Charles Darwin muito desacata.

Beleza é pertinente, e nos ajuda
no bem-estar, nas artes, no ideal,
e na procriação, pois é tesuda.

Mas não façamos dela festival
pueril da vaidade mais aguda,
desnaturando um bem, vertido em mal.


Nhandeara, 15 de fevereiro de 2016
Marcos Satoru Kawanami


7 comentários :

Laura Santos disse...

Maravilha de soneto, Marcos!
A facilidade como a partir do mito de Narciso e Eco, denuncias com classe e algum sentido de humor, a beleza que continua a auto-destruir-se, actualmente em "selfish selfies", vanity selfies...
Excelente, Marcos!
xx

Laura Santos disse...

Ah, esqueci de dizer que o "Eco" será agora todo o tipo de rede social! :-)

Teresinha disse...

Lindo este soneto!
Tenho andado um pouco desatenta a publicações tão boas, mas prometo aparecer e comentar.
Obrigada pelos comentários que sempre deixa no meu blog... mesmo nos tricôs!!!
Uma gentileza que não esqueço!
Um abraço da amiga
Teresinha

ReltiH disse...

MUY BRILLANTE TU TEMA. EXCELENTE!!
ABRAZOS

Elyane Lacerdda disse...

Amigo,
beleza pra mim é questionável!!!!
Vinícius dizia"Que me perdoem as feias, mas beleza é fundamental"
Será?
Qual a beleza ?
O que é belo?
Aquilo que nos faz bem, que agrada aos nossos olhos!!!!!!
Muito relativo o conceito de "belo"
Bjos e lindo post,poeta!
http://www.elianedelacerda.com

Magia da Inês disse...


✿‿⎠
Self, selfish, Narciso e outros mais... inferno da vaidade humana!...
Enquanto isso o Aedes aegyptis continua dominando!...

Bom fim de semana!
Beijinhos.
╰✿╯

Rita Sperchi disse...

☆*´¨`☽   ¸.★*´☽   ¸.★*´☽
(  ☆*🍃🌺🍃Bom dia...
Passando para deixar um abraço pela
nossa amizade, que seja lindo seu dia
e tudo continua gratificante por aqui
Bjusss com carinho!

└──●► *Rita!!