sábado, 5 de dezembro de 2015

Nihil Obstat



NIHIL OBSTAT

Que belas letras letras belas fazem?,
dispostas em figuras de linguagem,
dizendo quase tudo e mais bobagem,
na tela ou no papel onde elas jazem.

As letras em um texto, embora casem,
às vezes dão vazão a sacanagem,
mormente se elas forem da linhagem
das quais usou Bocage, e aqui o trazem.

Falácia humana, é tudo palavrório,
porém diverte a gente na jornada,
pois tem o mundo um tanto de ilusório.

E, se alguma porção me é destinada
das letras belas, faço meritório
soneto que se diz e não diz nada.


Nhandeara, 5 de dezembro de 2015
Marcos Satoru Kawanami