terça-feira, 30 de junho de 2015

GRILO


GRILO

O mesmo grilo que atormenta tanto
a tantos noite adentro é companheiro
do puto que ora dorme no celeiro,
e, em tal castigo, vai deitar seu pranto.

O grilo, sobre o teto de amianto,
estorvaria um quarteirão inteiro,
porém, pro puto, agora, é seresteiro
que com um verso só canta seu canto.

O grilo, que é o poeta do poema,
consola quem escreve sem destino
uns versos que têm grilo como tema.

Mas, quem jamais apreciou um hino
de grilo, não entende este dilema,
e manda-me ao produto do intestino!


Nhandeara, 30 de junho de 2015
Marcos Satoru Kawanami
.........................................................



obs: puto = menino
Escrevi no sentido que puto tem em Portugal, parece que no Rio Grande do Sul tem significado pejorativo.
Conforme o comentário 3, eu também acho que puto tem significado pejorativo em todo o Brasil, mas lá no Rio Grande do Sul é que usam puto com frequência no mau sentido. Usei puto porque menino não dava na métrica, e guri ou piá não respeitaria a prosódia do verso.

4 comentários :

JAIRCLOPES disse...

Limerique

Olha, o que parece aquilo?
Bicho com até certo estilo
Será um inseto?
De cantar repleto?
Não! é apenas vulgar grilo!

Fábio Murilo disse...

"Para o gênio uma batida na porta significa uma sinfonia" Pro poeta também. Original.

Arco-Íris de Frida disse...

Engraçado...achava que puto tinha significado pejorativo em todo o país...

A.C. disse...

Ahh, grilos e grilos, e a gente até se acostuma com eles, não é mesmo? Ver em cada coisa a sua beleza e transformá-la magnificamente.
Um grande Abraço!