domingo, 27 de julho de 2014

desbunde


DESBUNDE

Descarga biliária alheia ao nexo
exaure minha tripa cerebral,
e o oco craniano é que é o real
sonhar de um neo-símio assaz perplexo.

De tanto o que me aparta é o genuflexo
entregue ao devaneio surreal
retido no capacitor mental,
gerando o espectro de um prisma convexo.

Orgânica matéria se confunde,
por meio de entre-laços eletrônicos,
ao sonho surreal que a bem fecunde.

E o símio, em seus versos nada harmônicos,
havendo terminado, que desbunde,
fazendo embriaguez com Biotônico!




Nhandeara, 27 de julho de 2014
Marcos Satoru Kawanami

sábado, 26 de julho de 2014

AS LÁGRIMAS DE HERÁCLITO E O RISO DE DEMÓCRITO - Pepi, Luci, Bom y Otras Chicas del Montón - filme de Pedro Almodóvar - elenco: Carmen Maura, Félix Rotaeta, Alaska, Eva Siva, Concha Grégori


AS LÁGRIMAS DE HERÁCLITO E O RISO DE DEMÓCRITO

O riso goza muito mais que o choro
na lisa derme túrgida viçosa
daquela adolescente que assim goza
a cândida doçura do namoro.

Mas num diverso, estranho e obscuro foro
da mente humana jaz a cabulosa
sensatez ecoando desairosa
a voz que do chorar engrossa o coro.

As lágrimas contemplam a verdade,
porém das aparências transitórias,
em uma pontual realidade.

Mas estas contingências ilusórias
merecem nosso riso e amizade,
pois nem as reteremos na memória.




Nhandeara, 26 de julho de 2014
Marcos Satoru Kawanami

quarta-feira, 23 de julho de 2014

Memorial do Convento - Comboio Noturno Para Lisboa

Link
note bem: No filme, discordo do discurso ateu que um dos personagens faz na capela.



MEMORIAL DO CONVENTO

Tenho tanto sentimento,
que, mesmo cagando ao vento,
peido em tom sentimental...
E, ao lado do meu assento,
as noviças do convento
acham que é o bestial
treinamento do arsenal.

Porém, Madre Dulce diz
que aquilo fui eu que fiz,
e começa o carnaval.
Bianca fica feliz,
dizendo que sempre quis
poder me meter o pau...

Sobressalto tenho eu,
pois aqui ninguém meteu,
e a Bianca angelical
que tantos flatos rendeu
ao castiço sonho meu
decretou-lhe a pá de cal.

Mas meu sentimento é tanto
por Bianca, que levanto
o meu gládio triunfal,
e eu que nunca serei santo
entro em baixo do seu manto
pra provar do bacalhau.

E só nesse tal momento
tenho tanto sentimento
que acho ser sentimental.
Mas o luso condimento
que é servido no convento
só senti em Portugal.


Depois, palitando dente,
ela, displicentemente,
diz que é muito natural
uma irmã boa e temente
derramar o que é semente
do carinho fraternal...


Nhandeara, 23 de julho de 2014

terça-feira, 22 de julho de 2014

O Enigma de Kaspar Hauser (1974) - um filme de Werner Herzog - elenco: Bruno S., Walter Ladengast, Brigitte Mira, Willy Semmelrogge, Michael Kroecher, Hans Musaeus, Marcus Weller, Gloria Doer, Volker Prechtel, Herbert Achternbusch.

Link

POLTERGEIST
ao Dr. Osmar de Oliveira

Visões repetitivas noite afora
feito um replay em modo sistemático
fariam-me tossir, se eu fosse asmático,
mas suo de cagaço a toda hora...

Eu vi, o fim dos tempos não demora;
os saques no Recife são didáticos
mostrando como é ser ladrão simpático,
que é aquele que devolve e depois chora.

Fantasmas velozmente botam medo
num bando de zumbis que ali se acanha
no quadro pra onde agora aponto o dedo.

Visões que se repetem de tamanha
sequela contumaz daquele enredo
no qual tanto escutei: Gol da Alemanha...



Nhandeara, 22 de julho de 2014
Marcos Satoru Kawanami


quinta-feira, 17 de julho de 2014

Book of Days (1988) - a film by Meredith Monk - cast: Meredith Monk, Karen Levitas, Toby Newman, Lanny Harrison, Wayne Hankin, Lucas Hoving, Robert Een, Donna M. Fields, Rob McBrien.

ALBERGUE

Eu vi, e, quando vi, eu vi bem cego;
não vendo, foi que eu vi melhor meu ser,
o cego que era cego por não crer
que quem se nega a ver é o pior cego.

Eu era magricelo feito um prego,
e tinha uma cabeça pra bater
martelo, que era dura, hoje ao meu ver
de quem enxerga bem que fora cego.

Enxergo, por exemplo, que ora enxergo,
ora não, e ora tudo é embaçado
no mundo em que não quebro, mas envergo.

Se tudo se apresenta embaralhado,
procuro a ordem, sob a qual me albergo,
e que me albergará, enfim, quebrado.



Nhandeara, 13 de abril de 2014
Marcos Satoru Kawanami

segunda-feira, 14 de julho de 2014

corrente

1994 - Eu na Parada dos Guimaraens
em Santa Teresa, é um lugar de pas-
sagem para o Largo das Neves, onde eu
costumava assistir à missa.

CORRENTE

Aplique-se em trabalho virtuoso,
na luz da primavera, o tosco Marcos
zanzando pela Lapa, aos pés dos arcos,
recebe por conselho de um idoso.

Cagou para o conselho valoroso,
beijou a vida de um viver anarco,
remou contra a maré, furado barco
achou de o recrutar, desventuroso.

De déu em déu esteve sem paragem,
a cada porto foi mais tosco sendo,
e o porto calendário na contagem.

Mas, no inverno, de frio estremecendo,
falou “busque a virtude” o néscio Marcos
vendo um rapaz aos pés dos mesmos arcos.



Nhandeara, 14 de julho de 2014
Marcos Satoru Kawanami


quinta-feira, 3 de julho de 2014

A COPA DO MUNDO É NOSSA


A COPA DO MUNDO É NOSSA

        Como diria Wilson Batista, eu não nasci ontem, meu mundo é hoje, e não existe amanhã pra mim. Nem dou ouvido a bravatas, porque não sei o que é bravata, e não sei mesmo. O que é bravata? Ninguém responde, acham e se agacham pensando que eu só faço pergunta retórica, mas não. Rabanete, por exemplo, rabanete é ou não é diminutivo de raba? Alguém tem uma raba para me mostrar?
        Por outro lado, analisando a outra banda da questão, como não diria Wilson Batista, eu eu eu, na Arena de Itaquera, só não vai quem já morreu! O passaporte corintiano mostrou seu valor, viva o bilhete único!!! Se a gente não podia ir à Copa, o Lula trouxe a Copa para nós! Custou mais caro, mas trouxe. Tem cupa ele? Ninguém responde. Richarlyson, tem cupa ele? Agora, quem nunca tem culpa é a Dilma, que, mesmo se cair de bunda do oitavo andar na cabeça do José Dirceu, não será acusada de morte. Será acusada de ouro!
        Acusada está sendo é a singela moça da foto acima, só porque expressou seu patriotismo arreganhado, de maneira explícita e sem pudor, pacificamente, e deixando bem clara suas intensões passivas. E se ela for uma cadeirante? Já pensaram nisso? Pois está sendo carregada nos ombros por um homem que também expressa seu amor à bunda, digo, à pátria, carregando a bundeira do Brasil nas costas. Cadê o direito também do cadeirante de mostrar a própria peida uma vez na vida? Mas o Brasil é um país pródigo em artistas, e bem pode ser que a singela moça da foto acima seja mais uma alma inspirada tentando desfazer as opiniões malvadas que acham que daqui só sai cocô.
         Uma é a certeza, alguém vai ser campeão. Das 32 seleções que entraram, classificaram-se 16, restaram 8, passarão 4, e sobrarão 2 que irão pra final, e a final será no Maracanã, alguém duvida? E ainda digo mais, a Copa do Mundo é nossa!

Nhandeara, 3 de julho de 2014
Marcos Satoru Kawanami