sábado, 21 de junho de 2014

O Grande Mentecapto - filme de Oswaldo Caldeira - elenco: Diogo Vilela, Osmar Prado, Luiz Fernando Guimarães, Emiliano Queiroz, Débora Bloch, Cláudio Correia e Castro, Regina Casé, Imara Reis, Jofre Soares, Álvaro Freire, Antônio Naddeo, Maurício do Valle, Geraldo Carrato, Drica Lopes e Duse Nacarati.

http://tocadoscinefilos.net.br/o-grande-mentecapto-1989/
Link

AS FLORES RÚCULAS
à poeta Rafaela Gomes Figueiredo

Poeta tenho sido, assim, escrevo
conforme, um dia, rúculas plantei
e, à moça do meu zelo, as dediquei
— as flores rúculas do meu enlevo.

Agora, flores versos eu me atrevo
a no papel plantar igual não sei
plantar os girassóis que não plantei,
vivendo mais a vida do que devo(?).

Efeito cuja causa está bem nisso
de haver na Poesia o que me atiça
o siso dos sentidos por seu viço.

Poeta é Rafaela, que enfeitiça
o meu olhar atento de mestiço
com seu olhar atento de mestiça.




Nhandeara, 22 de maio de 2014
Marcos Satoru Kawanami
.............................


P.S.:
Eu plantei as rúculas na Ilha do Governador (RJ), e as entreguei a Élida Nazaré Tavares da Silva, que estudava comigo no Colégio Cenecista Capitão Lemos Cunha C.N.E.C. - RJ em 1989, tínhamos 13 anos de idade.
A terra do quintal era de entulho, então, trouxe terra boa de outro lugar.
Plantei também rabanetes, mas nasceram enrolados uns nos outros, e morreram.
Ela não deve ter entendido nada, mas rúcula foi o que eu soube produzir naquela época.
Passei por mentecapto.

10 comentários :

Paulus Vitórius disse...

1- O grande mentecapto é um dos melhores livros q li na vida.

2- história mais bonita essa da plantação, viu?

3 - seu blog é massa demais, na moral

4 - abração, cara.

Marcos Satoru Kawanami disse...

Paulo,

Eu li o livro com 15 anos de idade. Depois, o li de novo com vinte e poucos anos após ter visto o filme.

Obrigado pelo incentivo.

=D

Fábio Murilo disse...

Simplesmente lindo esse soneto, Marcos. Você é um sonetista de mão cheia. Parabéns!

Marcos Satoru Kawanami disse...

Fábio,

Sonetista de mão cheia, é porque os omi do campo vévi com a mão na inchada.

=D

manuela baptista disse...

para Élida, as rúculas,
mas é Rafaela que enfeitiça

Geraldo Viramundo, não se consegue esquecer este personagem!

um abraço, Marcos

Marcos Satoru Kawanami disse...

Manuela,

Nossa, vc leu o livro, que legal!

=D

Zilani Célia disse...

OI MARCOS!
A "ÉLIDA" NA ÉPOCA EM QUE RECEBEU AS RÚCULAS, NÃO ENTENDEU MESMO,MAS SE FOSSEM ROSAS, ELA ENTENDERIA.
ABRÇS
http://zilanicelia.blogspot.com.br/

Marcos Satoru Kawanami disse...

Zilani,

Eu quis dar algo que eu tivesse produzido.

:)

♡ Story disse...

Todo o conjunto da publicação está um primor, desde a indicação do filme ao poema da Rafaela e a descritiva a respeito da plantação de rúculas e rabanetes.

Não sou fã de rabanetes 100% mas da rúcula sim, o sabor é muito peculiar.

Marcos Satoru Kawanami disse...

Story,

Também prefiro rúcula.

:)