sexta-feira, 14 de março de 2014

Delírios de um Cinemaníaco (2013) - Diretores: Carlos Eduardo Magalhães / Felipe Leal

http://filmesonlinetocadoscinefilosvideos.blogspot.com.br/2013/05/delirios-de-um-cinemaniaco-2013.html
Link

CONTRADIÇÕES

Portugal...
Lá meu passado deixei,
No chão que nunca pisei.

Não faz mal...
Mal é o mundo que pisei,
Que pisou-me e não deixei.

Frio val...
Das mentiras que aceitei,
Das verdades que inventei.

Pá de cal...
Finda tudo que sonhei,
Mal-me-quer que não plantei.

Prantinal...
Lembro tudo que não sei,
Lembro o que nunca serei.

Funeral...
Amo a morte que esperei,
Espero a mulher que amei.



Marcos Satoru Kawanami

7 comentários :

Meri Pellens disse...

A vida é cheia de contradições. As piores talvez sejam as verdades inventadas que nos fazem acreditar ao longo da vida... Ilusões...
Beijos.

Laura Santos disse...

Você deve gostar de certas contradições, gosta de colocar questões, e quem sabe até eventualmente contradizer-se de vez em quando...:-) mas admiro o seu abandono da linha recta e o seu sentido de humor.
Já dei uma vista de olhos ao excelente épico "Os Portugas", mas terei de ler na totalidade e com muita atenção.
xx

Fábio Murilo disse...

Bom cadenciamento, interessante construção.

Patrícia Pinna disse...

Boa noite, Marcos.
Contradições existem em nossa natureza mortal, não há como negar isso.
Para variar, seu poema está belíssimo!
Parabéns!
Beijos na alma!

http://redescobrindoaalma.blogspot.com.br/2014/03/aurora.html

Excelente fim de semana de paz!

Sissym Mascarenhas disse...



Marcos,

Foi sensacional nas sequencias.

Bjs

manuela baptista disse...

não faz mal,

a vida é feita destes nadas, que são tanto

A. J. Cardiais disse...

Marcos, você conhece o site Clube de Editores? Dê uma olhadinha lá e, se te interessar cadastre-se. Se te interessar também, participe do nosso Movimento Literatura Clandestina. Veja minha página no Clube: https://www.clubedeautores.com.br/authors/96437