sexta-feira, 28 de março de 2014

borboleta


BORBOLETA

Eu não farei poema à borboleta,
inseto que esvoaça sobre a rima
furtada da inequívoca obra-prima
jamais escrita por esta caneta.

Persigo a perseguida de veneta,
mas voa a rima alheia à minha estima
a qual “torce, aprimora, alteia, lima
a frase”, que se esconde numa greta.

E o muro, “paredão todo gretado”,
é sóbrio, é careta, e é quadrado,
mas guarda para si aquela greta.

Solitário empunhando esta caneta
por ser da borboleta rechaçado,
achei-me, em outra greta, contentado.



Marcos Satoru Kawanami



15 comentários :

Sandro Panografia disse...

Divertido soneto Marcos kkkkkk Parabéns. PS: Me perdoe mas não resisti : " Grata, a greta grita na grota.Se acha a gruta " kkkkkkkk

Marcos Satoru Kawanami disse...

Sandro,

Essa tua aí foi legal!

abraço
Marcos

Laura Santos disse...

Ah adorei, Marcos!!
Forma muito elegante e um conteúdo muito divertido!...:-)
xx

A. J. Cardiais disse...

Adorei este soneto, Marcos. Ele é bem "debochado" rsrsr

A. J. Cardiais disse...

Marcos, estou levando o seu soneto para passear pelo facebook. Vou "apresentá-lo" a alguns grupos rsrs.

Meri Pellens disse...

Kkkkk.... Adorei! Ficou super divertido sem ser vulgar. Muito bom!
Bjs...MP.

André Foltran disse...

Muito bom.

Bruxa disse...

rsrs achei muito inteligente!
Parabéns pela inspiração!

Abraços e ótima semana.

manuela baptista disse...

grande metáfora!

:)))

um abraço, Marcos

Rafaela Figueiredo disse...

Haha Fantástico!!
Suas (re)criações semânticas são simplesmente fantásticas!

Bjs

Fabiano Silmes disse...

Inspirado e inspirador! Muito bom Marcos!

Abraços, Evoé!

Patrícia Pinna disse...

Boa noite, Marcos. O que falar da tua poesia, a não ser dizer que ela é de alta qualidade e que sempre aprendo algo quando venho aqui para ler-te!
Adoro a construção dos teus versos bem elaborados, e o sentido que dá a eles!
Tenha uma semana de paz!
Beijos na alma!

BAR DO BARDO disse...

... rimas com greta são garbo. Boa execução.

Samuel Balbinot disse...

Boa tarde Marcos.. srrs borboletas, calcinhas , sutiãs como não se perder nestas belezas.. deixo aqui a minha poesia a calcinha.. para complementar teus versos poeta

CALCINHA

Guarda a desejada flor...
A flor que quer liberdade...
Que quer ir ao encontro do amor
E perder a virgindade;

Guarda a borboleta que arde...
Que bate as formosas asas
Na noite bem até tarde...
Até o esparzir das brasas;

Guarda ela que é só tentação...
Que embala mais que doentios...
Que premedita a expulsão
De alguns espermas vazios;

Guardas a flor que da vida...
Guardas ó branca calcinha...
A borboleta florida
Com uma coroa de rainha;

tenha um lindo dia.. ótima páscoa

JAIRCLOPES disse...

A velha greta

Pois nenhum poema farei à borboleta
Nem pra ela algum verso trarei a lume
Contrariando um tal arraigado costume
Verso a quem mexe com minha caceta.

Há quem poema deslumbrado cometa
Poemas épico, vivo, pejado de volume
Sobre qualquer tema, seja até estrume
Eu só comporei algo que dê na veneta.

Porquanto pensando sobre tema afim
Lembro de algo que vive dentro de mim
E, incontinenti, pego firme nesta caneta.

Entendendo pois que deverá ser assim
Que é onde era o começo e será o fim
Versejarei eu tão somente sobre buceta.