terça-feira, 26 de novembro de 2013

way of life

St. Thomas touching one of the wounds of Christ.

WAY OF LIFE

I have to write in English to be heard
throughout the world, sometimes, it’s necessary,
despite my speech may be an ordinary
translation of unsang songs of a bird.

I sing the dumb, the so foolish absurd
that can be seen across the planetary
delay in kindness, care, in things that vary
a lot from words of progress, words of nerd.

A happy day is truth, and can be felt
in every single word Christ said and says,
the surety of eternal happy days.

And, like a honeycomb so sweet will melt
in our mouth, are the words of truth divine
to be your way of life, and to be mine.



Nhandeara, 26 of november of 2013
Marcos Satoru Kawanami
.........................................



        Só a Razão não é suficiente.
        Uma pessoa passa por vivências usando a Razão, e não crê em Cristo.
        A mesma pessoa passa por vivências diferentes usando a Razão, e crê em Cristo.
        Disso, percebe-se que a Razão é apenas uma ferramenta, a qual pode levar a conclusões diametralmente opostas, dependendo das experiências de vida de cada pessoa, dependendo do acaso.
        Com a Fé, a pessoa deixa de depender do acaso, pois as experiências de vida são apreciadas pela Razão sob uma perspectiva ampliada de discernimento.

Nhandeara, 4 de dezembro de 2013
Marcos Satoru Kawanami

soneto do hd - frase de william shakespeare


SONETO DO HD

Há mais mistérios entre o céu e a terra
do que supõe a nossa vã idéia,
pensou aquele inglês em letra véia,
e quem segui-lo é certo que não erra.

Conselho humano é vão, há sempre guerra,
a qual ensejo dá à arte atéia
da Ciência em mostrar para a platéia
como é que se desmonta o éden Terra.

Pois farte-se esse povo em dar conselho,
mas só há bom conselho na Palavra
do Cristo, só por quem eu me ajoelho.

O resto é palavrório de quem lavra
estultos manuais de tão parelhos,
se sempre o HD, um dia, trava.


Nhandeara, 26 de novembro de 2013
Marcos Satoru Kawanami

segunda-feira, 25 de novembro de 2013

sem um puto no bolso


SEM UM PUTO NO BOLSO

Não vejo, nestes dias sem paisagem,
propícia ocasião de honrar lavor
em vista a ter futuro promissor,
poupando o da velhice na bagagem.

Contudo, trabalhar não é bobagem,
se o método empregado houver favor,
e a prática do olhar me faz supor
que método certeiro é a vadiagem.

Pois sempre a vadiagem riu à toa:
“comeu, bebeu, fodeu sem ter dinheiro”,
e sai na foto bem — é gente boa!

Já quem trabalha chora o ano inteiro
na fila do humilhante, sem um puto
no bolso, furado em sinal de luto.



Marcos Satoru Kawanami

sábado, 23 de novembro de 2013

tango argentino: por una cabeza - carlos gardel e alfredo le pera - Milton Neves cabeçudo fazendo merchan.


POR UNA CABEZA

Música: Carlos Gardel
Letra: Alfredo Le Pera

Por una cabeza
de un noble potrillo
que justo en la raya
afloja al llegar,
y que al regresar
parece decir:
No olvidés, hermano,
vos sabés, no hay que jugar.
Por una cabeza,
metejón de un día
de aquella coqueta
y risueña mujer,
que al jurar sonriendo
el amor que está mintiendo,
quema en una hoguera
todo mi querer.

Milton Neves cabeçudo e o merchan:

Por una cabeza,
todas las locuras.
Su boca que besa,
borra la tristeza,
calma la amargura.
Por una cabeza,
si ella me olvida
qué importa perderme
mil veces la vida,
para qué vivir.

Assista aos jogos da Série C na Rede Vida de Televisão.
Participe da promoção, e ganhe uma passagem
de ida e volta para Piabetá.

Cuántos desengaños,
por una cabeza.
Yo juré mil veces,
no vuelvo a insistir.
Pero si un mirar
me hiere al pasar,
su boca de fuego
otra vez quiero besar.
Basta de carreras,
se acabó la timba.
¡Un final reñido
yo no vuelvo a ver!
Pero si algún pingo
llega a ser fija el domingo,
yo me juego entero.
¡Qué le voy a hacer..!

domingo, 17 de novembro de 2013

Carta ao Dr. Edgar Graça Mello escrita por Noel Rosa em redondilha maior.



CARTA AO DR. EDGAR GRAÇA MELLO

“   Meu dedicado médico e paciente amigo Edgar.
    Um abraço.
    Se tomo a liberdade de roubar mais uma vez seu precioso tempo, é porque tenho certeza de que você se interessa por mim muito mais do que eu mereço.
    Assim sendo, vou passar a resumir as notícias que se referem à marcha do meu tratamento.
    E, para amenizar as agruras que tal leitura oferece, resolvi fazer uso das quadras que se seguem:

Já apresento melhoras,
Pois levanto muito cedo
E... deitar as nove horas,
Para mim, é um brinquedo!

A injeção me tortura
E muito medo me mete;
Mas... minha temperatura
Não passa de trinta e sete!

Nessas balanças mineiras
De variados estilos
Trepei de várias maneiras
E pesei cinqüenta quilos!

Deu resultado comum
O meu exame de urina.
Meu sangue: — noventa e um
Por cento de hemoglobina.

Creio que fiz muito mal
Em desprezar o cigarro:
Pois não há material
Pra meu exame de escarro!

Até agora, só isto.
Para o bem dos meus pulmões,
Eu nem brincando desisto
De seguir as instruções.

Que o meu amigo Edgar
Arranque desse papel
O abraço que vai mandar
O seu amigo Noël.”

Belo Horizonte, 27 de janeiro de 1935.
Noël de Medeiros Rosa


(copiado do livro Noel Rosa: uma biografia. autores: João Máximo e Carlos Didier. Editora Unb, 1990.)

domingo, 10 de novembro de 2013

The shape of the universe: equation in which mass and light are contained for astronomical distances - The light that is not in our path of universe is not visible for us.



The Lorenz factor will be used for high speed: V x Lorenz factor.
The light that is not in our path of universe is not visible for us.

Graphic of a trajectory from the origin of the Universe towards the
edge of the Universe, and back to the origin of the Universe again.
The Universe is that shape in all directions, but the light that is

not in our path of universe is not visible for us.
The orange represents two identical campanulas united by
it's bases, and peeled like an orange: Space expands until the
bases, and than retracts until the origin in function of Time; the unit
of measure is Space x Time.

A cada passo (x) que se caminha no Tempo e no Espaço, as porções

a serem somadas ao Tempo e ao Espaço total seguem diminuindo,
conforme as equações em integral.

Mas um observador externo ao sistema de Tempo e Espaço percebe
tanto o Tempo quanto o Espaço com um valor fixo e unitário sempre
desde o começo.
1) Conclusão: o Universo pode ser muito menos extenso do que as medições indicam.
2) Conclusão: o Universo pode existir há muito menos tempo do que parece.