sexta-feira, 13 de setembro de 2013

escultura contemporânea

Eva Byte - apresentadora virtual

ESCULTURA CONTEMPORÂNEA

Um código de barras coronário
é lido, e transferido para a tela
na qual a silhueta se revela
da fêmea mais audaz no porte vário.

E, em meio a tecnológico cenário,
imprime-se em 3D, inculta e bela,
a Vênus do ideal, agora, aquela
mulher, nascida adulta e sem berçário.

Contudo é gesso... Amigo, é apenas gesso,
nas mãos de um escultor contemporâneo;
por isso, eu prego-lhe o martelo, e esqueço!

Disseram “parla!”, e o não foi instantâneo
por muito mais que aqui eu nem mereço,
mas ela pinta e borda no meu crânio...



Nhandeara, 13 de setembro de 2013
Marcos Satoru Kawanami

Um comentário :

JAIRCLOPES disse...

Pois é

No rosto, na expressão, no gesto perfeita
Estampa que penetra no cérebro persiste
Existência normal, sequer alegre, ou triste
Mas tão real que pergunto do que é feira.

E por ser artificial qualquer trabalho aceita
Porquanto só na telinha aparece e existe
Ao ser assediada mantém sorriso em riste
Não lhe incomoda ideologia, fome ou seita.

Contudo, meu amigo, uma imagem apenas
Incólume a todo bem, bem como a todo mal
Porisso não há falhas grandes ou pequenas

Está pronta para absolutamente tudo afinal
Sem reclamações e sem fazer tolas cenas
Trata-se pois de uma apresentadora virtual.