quinta-feira, 4 de julho de 2013

Soneto do Funk - Como Surgem os Funks? Capítulo 16 - Ixi Deu Merda


SONETO DO FUNK

O funk é redondilha, tudo a ver
o coito com a coita medieva
daquele trovador que não se atreva a
ser este que no baile põe ferver!

“Que é isso novinha?” é furtar-se a ter
amarra, se a sincera lira eleva
ao peito a musa que tão bem nos ceva
o canto, no cantinho, a remexer...

Cesse tudo o que a musa antiga canta,
e vende 4 pra mim, 4 ingressos,
que eu entrei para o bonde dos confessos!

O funk tem soneto, a festa é tanta,
que Camões já comprou na minha mão
ingresso para o baile no Alemão...

Nhandeara, 4 de julho de 2013
Marcos Satoru Kawanami
...........................................

arquivo novo: HIBISCUS ROSA-SINENSIS

2 comentários :

Marcos Satoru Kawanami disse...

SONETO DO FUNK

O funk é redondilha, tudo a ver
o coito com a coita medieva
daquele trovador que não se atreva a
ser este que no baile põe ferver!

“Que é isso novinha?” é furtar-se a ter
amarra, se a sincera lira eleva
ao peito a musa que tão bem nos ceva
o canto, no cantinho, a remexer...

Cesse tudo o que a musa antiga canta,
e vende 4 pra mim, 4 ingressos,
que eu entrei para o bonde dos confessos!

O funk tem soneto, a festa é tanta,
que Camões já comprou na minha mão
ingresso para o baile no Alemão...

Nhandeara, 4 de julho de 2013
Marcos Satoru Kawanami

Marcos Satoru Kawanami disse...

SONETO DA CAGÜETA

Idéia fixa não tem solução,
não tem nem mais aquele nosso acento...
— aqui, aproveitando, eu apresento
legítima e brazuca insubmissão! —

Fazer o quê? Quem manda na nação
tirou da minha ideia o incremento,
e, agora, eu pronuncio contra o vento
conforme fez Bocage em seu calão.

Fixei em meu talante idéia escrota
de ver o Manuel na hora H
colhido a fornicar com a Mulata.

Ainda era eu garoto, e uma garota
no igual costume escroto de espiá
cagüetou minha idéia — aquela chata...

Marcos Satoru Kawanami