quarta-feira, 12 de junho de 2013

Noel Poeta da Vila filme - direção: Ricardo van Steen - elenco: Rafael Raposo, Camila Pitanga, Paulo César Pereio, Roberta Rodrigues, Supla, Lidiane Borges, Fábio Lago, Flávio Bauraqui, Wilson das Neves, Jonathan Haagensen, Carol Bezerra, Mario Broder, Rui Resende, Laura Lustosa, Daniel de Castro, Alexandre da Costa - mamada (soneto)


MAMADA

Então..., batuque assim: cadência tipo
o nada se fez tudo em um segundo,
cadência que resume o caos do mundo
em mapa gatoforme ao que lhe ripo!

Um gato no telhado, e eu lhe engripo
o couro: tamborim de vagabundo;
maldade!, ô dó!, e quem diz é o Edmundo...,
rapaz, um animal!; oh, me constipo.

Porém já garanti a batucada,
e o gato, na verdade, é PVC:
Poli-Vinil-of-Cat, só fiz zoada.

Desfaço uma amizade, e não você,
piada por quem dou a rima amada,
você que lê mamada quando lê!

Marcos Satoru Kawanami

2 comentários :

Fred Caju disse...

Tomei a liberdade: http://cronisias.blogspot.com.br/2013/06/sexta-tem-soneto_14.html

Sissym Mascarenhas disse...

Marcos, otimo poema!

hahahah só fez zoada mesmo!
Espero que sim, heim?!

rimamadanimada!

Beijos