segunda-feira, 27 de maio de 2013

Corpus Christi - o corpo de Cristo - a hóstia - celebração eucarística - a comunhão


Corpus Christi - comentário

        "E tomando o pão, e havendo dado graças, partiu-o e deu-lho, dizendo: Isto é o meu corpo, que é dado por vós; fazei isto em memória de mim."
(Lucas 22:19)
        Deus age por meio de Suas criaturas e leis naturais. Tendo Ele criado as leis do universo, seria contraditório que agisse por via sobrenatural.
        O Espírito Santo que desce na forma de pomba sobre Jesus no rio Jordão, também na forma de pomba levou um ramo de oliva para Noé em sua arca.
        Ora, o Espírito Santo é inconcebível à mente humana, então aparece sob a forma compreensível de pomba.
        Da mesma maneira, tendo soprado o Espírito Santo sobre os Apóstolos na Sua última aparição, Cristo permanece conosco na hóstia consagrada, que é simples pão para que as pessoas consigam ver e receber o que é divino, e inconcebível por mais sofisticada que fosse a forma material.
        Assim, Deus está conosco de acordo com as leis naturais.

Marcos Satoru Kawanami



CORPUS CHRISTI

Meu fardo é leve, disse Jesus Cristo;
porém por muito tempo eu iludido,
de racionais sofismas imbuído,
o mais óbvio por mim não era visto.

Redenção nada tem a ver com isto
de A mais B vezes C que é dividido
por um D que nos deixa subtraídos
do convívio divino, tão bem quisto.

A razão é apenas instrumento,
tosco reflexo na terrena lida
da vontade real, do sentimento.

Ao revelar-se a sorte prometida,
a esmo tem-se todo provimento
na sem-razão do amor da fé da vida.

Marcos Satoru Kawanami



CACHORRO FIEL

o cãozinho católico assistia
missa, casamento e batizado;
sabia decor o missal,
e era tão estimado
desde o bispo ao sacristão,
que acabou contemplado
com um rosário irlandês
à guisa de coleira.
mas, enfim, ficou provado
que era só um cão danado:
em um dia que fenecia,
à hora da Ave Maria,
estando o cãozinho enfezado
—pobre coitado!—,
verteu fezes ao pé do altar,
e acabou excomungado! 

Marcos Satoru Kawanami