sexta-feira, 21 de dezembro de 2012

No primeiro instante (x), há todo o Espaço (E) e todo o Tempo (T) a serem percorridos. Conforme caminha-se ao longo de (x), tanto para o Tempo quanto para o Espaço, (x) vai se aproximando de Infinito, e o Tempo e o Espaço vão se esgotando. E desde o começo, Tempo e Espaço estão fixos em um valor único e unitário para quem está fora do sistema de Tempo e Espaço que se analisa aqui. - O universo pode existir a muito menos tempo do que parece. - O universo pode ser muito menos extenso do que indicam as medições.

A cada passo (x) que se caminha no Tempo e no Espaço, as porções
a serem somadas ao Tempo e ao Espaço total seguem diminuindo,
conforme as equações em integral.

Mas um observador externo ao sistema de Tempo e Espaço percebe
tanto o Tempo quanto o Espaço com um valor fixo e unitário sempre
desde o começo.
1) Conclusão: o Universo pode ser muito menos extenso do que as medições indicam.
2) Conclusão: o Universo pode existir há muito menos tempo do que parece.