domingo, 29 de julho de 2012

via crucis da razão - agora - alexandria - Alejandro Amenabar - Rachel Weisz - the phylosopher Hypatia - the astronomer Hypatia - a filósofa Hipátia - a astrônoma Hipátia



VIA CRUCIS DA RAZÃO

Nasci para sentir a humanidade,
por toda a Humanidade assim sentir,
passando a vida toda a redigir
um manual de humana cristandade.

Talvez um ideal da tenra idade,
panacéia do amor, seu elixir,
viria a deturpar-se e decair
em caminho inexato à santidade...

A torpe decadência de um pagão
que apaga seu amor à leda Hipátia,
à lógica ciência matemática.

E toma sua cruz de pés no chão
a fim de com afinco erguer na prática
altar à Via Crucis da razão.

Marcos Satoru Kawanami

3 comentários :

Paulo Vitor Cruz disse...

q saudade deu de passar por aqui... na moral.. melhor ainda é saber q tudo continua como antes, surpreendente e se reinventando a cada dia.

*feliz semana p vc, cara..

abração.

Marcos Satoru Kawanami disse...

valeu, mano bro...

Adriana Godoy disse...

Aí, Marcos, não vi nesse soneto tanta ironia ou sarcasmo como habitualmente, embora esses elementos estejam presentes. Via Crucis da razão, uma boa ideia. Aliás, ideia e talento é o que não lhe faltam. Bj