quarta-feira, 23 de maio de 2012

manuel carneiro bandeira - estrela da vida inteira - testamento - oração a nossa senhora da boa morte - modernismo brasileiro - o poeta que me ensinou a ser poeta - Alegria, alegria! Faça como eu, sorria: hoje o Corinthians ganhará do Vasco por 1 a 0 no Pacaembu pela Copa Libertadores da América.



TESTAMENTO

O que não tenho e desejo
É que melhor me enriquece.
Tive uns dinheiros — perdi-os...
Tive amores — esqueci-os.
Mas no maior desespero
Rezei: ganhei essa prece.

Vi terras da minha terra.
Por outras terras andei.
Mas o que ficou marcado
No meu olhar fatigado,
Foram terras que inventei.

Gosto muito de crianças:
Não tive um filho de meu.
Um filho!... Não foi de jeito...
Mas trago dentro do peito
Meu filho que não nasceu.

Criou-me, desde eu menino
Para arquiteto meu pai.
Foi-se-me um dia a saúde...
Fiz-me arquiteto? Não pude!
Sou poeta menor, perdoai!

Não faço versos de guerra.
Não faço porque não sei.
Mas num torpedo-suicida
Darei de bom grado a vida
Na luta em que não lutei!

Manuel Bandeira



ORAÇÃO A NOSSA SENHORA DA BOA MORTE

Fiz tantos versos a Terezinha...
Versos tão tristes, nunca se viu!
Pedi-lhe coisas. O que eu pedia
Era tão pouco! Não era glória...
Nem era amores... Nem foi dinheiro...
Pedia apenas mais alegria:
Santa Tereza nunca me ouviu!

Para outras santas voltei os olhos.
Porém as santas são impassíveis
Como as mulheres que me enganaram.
Desenganei-me das outras santas
(Pedi a muitas, rezei a tantas)
Até que um dia me apresentaram
A Santa Rita dos Impossíveis.

Fui despachado de mãos vazias!
Dei volta ao mundo, tentei a sorte.
Nem alegrias mais peço agora,
Que eu sei o avesso das alegrias.
Tudo que viesse, viria tarde!
O que na vida procurei sempre,
— Meus impossíveis de Santa Rita 

Dar-me-eis um dia, não é verdade?
Nossa Senhora da Boa Morte!

Manuel Bandeira
.................................................
DEPARTAMENTO AUDIO MUSICAL: http://blip.fm/mskawanami

3 comentários :

Cecília Romeu disse...

Marquitos,
coincidentemente eu estava lendo outro dia alguns trechos de Manuel Bandeira, na internet.
Tive e estou tendo muita dificuldade em encontrar material do Lima Barreto, que adoro, você postou por acaso algo dele, ou sabe algum link? de repente...

Beijos!

Marcos Satoru Kawanami disse...

Ana,

Lima Barreto está disponível para download PDF neste site do MEC: http://www.dominiopublico.gov.br/pesquisa/PesquisaObraForm.do

escolha media: texto
autor: Lima Barreto

pax et bonum
Satoru

Cecília Romeu disse...

Muito obrigada, Marquitos!

Beijos e ótimos dias *-*