quinta-feira, 26 de abril de 2012

soneto ao cachorro


I'm not dog no.
SONETO AO CACHORRO

É o Cão, do Homem, seu melhor amigo,
conforme reza o velho e bom ditado;
quem nunca nesta vida foi amado
dará valor a tudo quanto digo.

O Cão nem mesmo tem aquele umbigo
egoísta pra ser idolatrado,
enquanto o ser humano, do pecado
escravo, do egoísmo herda castigo.

Xingando uma mulher, dizem: “Cadela!”;
ofensa muito rude para ela,
a Cadela, mulher casta do Cão.

Um bicho que, sem nem mesmo ter mão,
o asseio preza, nos deixando à míngua
quando se limpa com a própria língua!

Marcos Satoru Kawanami




..........
"Eu posso até voltar atrás, pra frente é que eu não volto."
(Falcão, cantor e compositor cearense)
..........


Soneto louCÃO

au!au!au!au!au!au!au!au!au!au!au!au!au!au!
uuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuaaaaauuuuu!
au!au!au!au!au!au!au!au!au!au!au!au!au!au!
uuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuaaaaauuuuu!

uuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuaaaaauuuuu!
au!au!au!au!au!au!au!au!au!au!au!au!au!au!
uuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuaaaaauuuuu!
au!au!au!au!au!au!au!au!au!au!au!au!au!au!

au!au!au!au!au!au!au!au!au!au!au!au!au!au!
uuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuaaaaauuuuu!
au!au!au!au!au!au!au!au!au!au!au!au!au!au!

uuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuaaaaauuuuu!
au!au!au!au!au!au!au!au!au!au!au!au!au!au!
uuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuaaaaauuuuu!

byTONHO


Ao Boone, meu ‘yorkshire’.

***

Di CRÓ em CRÓ
foi-se com a "Sra da foice" o último malandro!

7 comentários :

Adriana Godoy disse...

Marcos, o Dicró deve ter alguma coisa a vber com isso...Bom demais. beijo

Marcos Satoru Kawanami disse...

Adriana,

O Dicró tinha de ser personagem de samba, mas virou lenda ainda em carne e osso!

=D
Marcos

Jacques disse...

Boa tarde, Marcos.
Eu queria passar aqui para agradecer suas visitas antes, mas o link dava para o Google +, que é horrível de abrir aqui em casa por causa da internet discada daqui.
Agora com o teu blog nos favoritos não tem mais problema.
O cão deve ser um dos mais judiados e injustiçados animais que convivem com o homem; ele nos dá carinho, mas muitas veze é maltratado em troca.
E o hilário Dicró nos deixou, ele que adorava satirizar as sogras, mas com certeza devia amá-las também.
Abraço, Marcos.

Marcos Satoru Kawanami disse...

Jacques,

Sim, o Dicró, sempre que falava à vera, dizia que gostava da sogra.

E cachorro é que é um ser realmente humano: é mió um cachorro amigo do que um amigo cachorro. E eu não vivo sem cachorro amigo! Nem sem cachorro, amigo!

XD

byTONHO disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
byTONHO disse...



Soneto louCÃO

au!au!au!au!au!au!au!au!au!au!au!au!au!au!
uuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuaaaaauuuuu!
au!au!au!au!au!au!au!au!au!au!au!au!au!au!
uuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuaaaaauuuuu!

uuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuaaaaauuuuu!
au!au!au!au!au!au!au!au!au!au!au!au!au!au!
uuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuaaaaauuuuu!
au!au!au!au!au!au!au!au!au!au!au!au!au!au!

au!au!au!au!au!au!au!au!au!au!au!au!au!au!
uuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuaaaaauuuuu!
au!au!au!au!au!au!au!au!au!au!au!au!au!au!

uuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuaaaaauuuuu!
au!au!au!au!au!au!au!au!au!au!au!au!au!au!
uuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuaaaaauuuuu!

byTONHO

Ao Boone, meu ‘yorkshire’.

***

Di CRÓ em CRÓ
foi-se com a "Sra da foice" o último malandro!

:o(

Cecília Romeu disse...

Marquitos,
ser comparado a um cachorro não é ruim não.
Obrigada por estar sempre presente nas histórias do "cãodominío".
Beijos

PS.: Nesse caso o "cão" pode não ser o melhor amigo do homem.