sábado, 28 de abril de 2012

mensagem de amor - l'amitié - Françoise Hardy


MENSAGEM DE AMOR

Os rios nascem no alto das montanhas. Nascem fracos, discretos, porém puros e esplêndidos. Descem seus caminhos com energia. Às vezes encontram uma pedra no caminho, mas, logo descobrem que podem rodeá-la e continuarem o percurso. Quando já não são mais simples nascentes, mas corredeiras, brincam de saltar de altitudes e formarem cachoeiras. E se tornam rios, pomposos, lindos transportam pessoas, carregam a vida dentro deles. E quando aquela nascente frágil que virou um rio robusto encontra com o mar, ele simplesmente some, se mistura à grandiosidade dele. Na verdade, ele já foi um pouco de mar.
Assim é a vida: Deus tira um pedacinho dele e dá para um casal que se ama. Nasce uma criança frágil, que cresce brincando. Quando maior, arrisca a vida por emoção, buscando algo para explicar a própria existência. Depois cresce, forma família, filhos. Aí, percebe que é feliz e morre. Volta para Deus e junta-se a ele.
Pois assim como a nascente sempre procurou o mar, o homem procura a paz no amor. O amor de Deus, em sua imensidão assim como a imensidão do mar.

Eduardo André Albuquerque de Lima (1976-2005), escrito por ele quando ele cursava o Ensino Médio.