domingo, 4 de março de 2012

sensação de eternidade em um nada de tempo - a passagem do tempo nos seres vivos - a passagem do tempo para os seres vivos


SENSAÇÃO DA PASSAGEM DO TEMPO

            Nas células dos seres vivos, há uma freqüência que pulsa como gotas a cair em um lago, do que resulta a passagem do tempo vegetativo para seres sem consciência de tempo como as plantas, a fim de que regulem seu ciclo vital, e isso vale para o ciclo vital dos animais também.
            No caso animal, em particular, o cérebro sente a passagem do tempo por instrumento análogo. Um inseto tem reflexos mais velozes do que os seres humanos, porque sua freqüência da sensação temporal é mais rápida; e, vivendo com a sensação de que o mundo ao redor é mais lento, o inseto vive menos do que um ser humano.
            Crianças sentem o tempo passar mais devagar, porque as tais gotas que pingam no lago estão numa freqüência maior. Conforme envelhecemos, as gotas pingam mais devagar no lago, dando a sensação de que o tempo flui mais rapidamente.
            Assim, se, em vez de gotas, um fluxo contínuo de água correr para o lago, a sensação de tempo desaparece: o tempo de vida reduz-se a um nada, no qual a sensação é de eternidade.

Nhandeara, 4 de março de 2012
Marcos Satoru Kawanami

2 comentários :

byTONHO disse...



Nós e nossos sensações de "passaTEMPO"...

Veja meu relógio GIF,
"passaTEMPO", lá nos blogs:
6vqcoisa
arquitetonho
e pô--ética!

Abraço-tchê!

:o)

Adriana Godoy disse...

Marcos, filosofia das boas ou seria ciências com um toque de poesia?

Beijo