domingo, 25 de março de 2012

gravidade negativa - antimatéria - mecânica quântica - polarização do tempo - tempo negativo e tempo positivo - passado e futuro - pintura feita no ano de 2004 a partir de desenho feito a lápis no ensino médio em 1992




Conforme a Mecânica Quântica, todas as órbitas da eletrosfera são quantizadas, isto significa que a gravidade gerada por cada elétron, indiretamente, também é quantizada, ou seja, esta onda gravitacional, que se desloca na velocidade da luz da sua origem, possui uma oscilação com propriedades e características desta órbita.
Uma das principais características da gravidade, é a de que ela tem a propriedade de polarizar o tempo, no nosso caso para o futuro, podemos dizer que estamos na direção do tempo positivo, e é isto que faz predominar a matéria sobre a antimatéria.
Quando um elétron é espalhado de um sistema atômico como mostra a figura acima, este deixa de gerar esta parcela da gravidade, que como sabemos é a responsável pela definição do tempo próprio local.
No lugar do elétron espalhado, cria-se temporariamente uma lacuna, que possui gravidade negativa ou energia negativa, neste caso a de um pósitron ou anti-elétron, que como conseqüência polariza esta lacuna para o passado ou na direção do tempo negativo.
Considerando-se que todo o sistema esta polarizado temporalmente para o futuro, este desequilíbrio é rapidamente restabelecido.

Rolf Arturo Blankschein Guthmann

6 comentários :

Viiii disse...

Ou seja??

Marcos Satoru Kawanami disse...

Viiii,

A matéria do aparato enforcativo está caindo, enquanto que a antimatéria espiritualina é repelida para cima.

Mas é bom que haja muitas interpretações a mais.

BjóKawanami

Mila disse...

Você tem alguma coisa contra mim?
É incrível. Você SÓ lê o meu blog pra me criticar ou fazer algum questionamento. Se o jeito que eu escrevo não te agrada, não precisa se dar ao trabalho de ler. Não me importo com as criticas, mas não tenho blog pra ficar lendo pontuações sobre o que eu escrevo ou deixo de escrever.
Sem mais.

Paulo Vitor Cruz disse...

Não dê ouvidos pra Mila, ela n sabe o que tecla... se n desse importância n teria digitado nada... critica o meu blog e deixa o dela pra lá.. risas...

qto ao texto, vc já pode imaginar q eu n entendi nada, né?

qto ao blog, sinto falta de passar aqui mais vezes... tenho andado sem tempo total de vir aqui... tentarei ler os q deixei passar esse final de semana..

*volta p Facebook, cara..

abraço.

Marcos Satoru Kawanami disse...

Mila,

O que eu escrevi não foi crítica, foi um elogio.

BjóKawanami

Mirze Souza disse...

Marcos!

Só espero que essa polarização e força gravitacional, nos leve para o melhor caminho.

Beijos, GÊNIO!

Mirze