quarta-feira, 28 de março de 2012

feitiço da vila - samba de Noel Rosa em interpretação de hoje em dia recebeu boa crítica favorável em Portugal



Feitiço da Vila
(Noel Rosa)

Quem nasce lá na Vila
Nem sequer vacila
Ao abraçar o samba
Que faz dançar os galhos
Do arvoredo e faz a lua
Nascer mais cedo.

Lá em Vila Isabel
Quem é bacharel
Não tem medo de bamba.
São Paulo dá café,
Minas dá leite,
E a Vila Isabel dá samba.

A Vila tem um feitiço sem farofa
Sem vela e sem vintém
Que nos faz bem
Tendo nome de princesa
Transformou o samba
Num feitiço descente
Que prende a gente

O sol da Vila é triste
Samba não assiste
Porque a gente implora:
"Sol, pelo amor de Deus,
Não vem agora
Que as morenas
Vão logo embora

Eu sei tudo o que faço
Sei por onde passo
Paixão nao me aniquila.
Mas, tenho que dizer,
Modéstia à parte,
Meus senhores,
Eu sou da Vila!

Nenhum comentário :