quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

o sentenciado - definição de poeta - definition of what is a poet - Não há Estado de Direito no Brasil, o que há é Estado de Dinheiro, e o Cidadão não tem mais Direito à Vida no Brasil.


O SENTENCIADO

Ter alma de poeta é sacrifício
a Deus, por sacerdócio leigo infame
ainda que o poeta, em vão, derrame
o sangue de si mesmo em prol do ofício.

Ter alma de poeta é ter por vício
o verso, mesmo que ninguém declame
a ninfa cujo zelo ora lhe inflame
o crânio a meningítico artifício.

Ter alma de poeta, enfim, é isto:
é parecer saudável na doença;
é parecer ateu mas seguir Cristo;

é acrescentar penhor se não compensa;
é dar bom dia à noite, e ainda, insisto,
é redigir na testa uma sentença!

Marcos Satoru Kawanami
...
Não há Estado de Direito no Brasil, o que há é Estado de Dinheiro, e o Cidadão não tem mais Direito à Vida no Brasil.

12 comentários :

Adriana Godoy disse...

Muito bom, Marcos. Me lembrou Gregório ou algo parecido. Vc cada vez melhor. Beijo

byTONHO disse...



Pô, é, ta bom Marcos!

Sacer.dó.cio...

:o

Marcos Satoru Kawanami disse...

Adriana,

Eu imitei Camões na definição do Amor.


Tonho,

Fraterno abraço.


=D
Satonto

Paulo Vitor Cruz disse...

q nada, me lembro de paulo leminski, isso sim. (certa vez vi uma entrevista dele em q ele dizia q ser poeta nos seus 16, 17 anos é fácil.. chega a ser até natural.. o dificil mesmo é ser poeta aos 20 e poucos, 30, 40... segundo ele é preciso ter uma espécie de santidade...)

abraço

Marcos Satoru Kawanami disse...

Paulo,

É, na adolescência têm-se uma intuição que nunca mais se recupera, uma inspiração clarividente e ingênua ao mesmo tempo.

=)
Satonto

Gabriela disse...

if you often write notes in English could I comment on:) I will ask one line in English specially for me:)

Tsu disse...

Oi Marcos.
Não se torna poeta...nasce-se poeta. Essa é uma verdade inegável. Vc nasceu para poesia 0.0
É de fato, geração após geração as coisas mudam. Entretanto, eu acho que a geração atual em termos de cultura e qualidade perdeu muito do bom senso e ficou tudo muito consumista.
bjs!!

Marcos Satoru Kawanami disse...

Tsu,

A cada geração nascem novos Heróis da Resistência.


=D
Marcos

Camyli Alessandra disse...

Diseram uma vez que escrever é manter a ferida aberta, putz sua poesia esta em um nivel de "sangramento" que mantem a alma cada vez mais exposta.

De uma passada la nos Versos... escrevi uma crõnica sobre o verão bem bacana e gostaria da sua opinião.

Cissa Romeu disse...

Marcos,
ser poeta é mentir, achando que é mentira a verdade, que depois se confirma mentira, verdade?
Mas sempre será verdade, antes de mentira... qualquer poema que saia da tinta do poeta, incompleto, infinito. Mentira? Não, verdade é só.

Beijos!

Cissa Romeu disse...

Ah! Invasões Bárbaras é um suuuuper filme! maravilhoso!
Beijoss

Igor Gouveia disse...

Oi tudo bom? Então, é a minha primeira visita aqui no seu e poxa, estou adorando! Estou seguindo e voltarei mais vezes!

Também tenho um blog, passa por lá? Te deixo o link dele:
http://25conto.blogspot.com/

Abraços!