sábado, 4 de junho de 2011

de babado - rádio phillips - rádio mayrink veiga - cinelândia - teatro rival - cine odeon



RÁDIO PHILLIPS

“De babado sim...
Meu amor ideal,
Sem babado não...”
     Você foi desde menino
     Um traquina original,
     Mas agora no improviso
     Eu também não sou tão mau.
“Não é mau, mas é paulista...
E isto soa a palavrão.
Eu já disse ao Mário Lago:
–Tu não vales um tostão!”
     Mas, Noël, o que que é isso?!
     Põe freio neste partido,
     Pois conheço os teus defeitos
     E não eras tão metido.
“O partido alto é meu;
Se quiser samba-de-breque,
Quem tem freio é o Morengueira
Com seus mil salamaleques.
E se calas e consentes,
Deixa em paz eu cá no Céu
Dos boêmios penitentes
A chorar Vila Izabel...”

Marcos Satoru Kawanami


PROGRAMA CASÉ

“De babado sim...
Meu amor ideal,
Sem babado não...”
            Você tem muita beleza
            E um justinho manequim;
            Se aprender sentar-se à mesa,
            Pode procurar por mim.
Quando eu me sento à mesa,
Não me vê o Zé Ninguém.
Alto lá que a sobre-mesa
É só pra quem pode e tem...
            Não dou mole pra polícia
            Nem pra moça com chiquê;
            Mas, se o caso é casamento,
            Corro mesmo é de você!
Eu não sou oferecida,
Mas saiba que quem me quer
Não leva essa sua vida
De “seja o que Deus quiser”...
(Bem se vê que é um qualquer)!
            Se não fosse oferecida,
            Não ficava aqui à toa
            Tardando minha partida,
            Furando minha canoa!
            (Só que o mundo é de quem voa)...

Marcos Satoru Kawanami


Um comentário :

byTONHO disse...



MARavilha MARcos!

Sabes tudo de SURF nas ondas do Rádio!

:o)