terça-feira, 24 de maio de 2011

o inventor do avião - o inventor do aeroplano - o pai da aviação - Aviação - Dirigível - Graf Zeppelin - 14 Bis - Alberto Santos Dumont - inventor brasileiro - engenharia mecânica aeronáutica - motor a diesel

Alberto Santos Dumont  inventou o dirigível e o avião.

Amador da ciência, o brasileiro Alberto não patenteou nem lucrou com
suas invenções, uma das quais este precursor do ultraleve
chamado carinhosamente de Demoiselle, o qual pilotava nas visitas
aos amigos no campo.

Soneto de Santos Dumont

No alegre turbilhão da juventude,
no esplendor do motor por explosão,
em meio de projetos a efusão,
criar o aeroplano então eu pude.

Crente no ser humano, na virtude,
tudo era festa!, tudo empolgação,
“belle époque”..., ninguém pensava não
que Marte conspirava oculto e rude.

Veio a guerra, o carrasco do progresso?;
talvez não, pois usou-se o aeroplano:
não o inventasse, agora triste eu peço!

Somente o ser humano é desumano...,
e, assim, por suicida eu quis ingresso
na morte-símbolo do ser humano.

Marcos Satoru Kawanami


Além do avião, Alberto Santos Dumont inventou o dirigível.

AVIÃO
a Santos Dumont

Dos anseios, primaz da liberdade
que resume a mecânica beleza
e, furtando do pássaro a destreza,
acaba por vencer a Gravidade.

Milênios só de ingênua veleidade,
atada na primata natureza,
contemplava a cerúlea realeza
a eterna sonhadora Humanidade...

Então, eis que não mais podendo um dia
de um Ícaro conter sua ambição,
o céu genioso enfim se renderia

à vontade voraz de criação
que no elenco da brava engenharia
conquista o ar, nas asas do Avião.

Marcos Satoru Kawanami