quinta-feira, 18 de novembro de 2010

POLITICAMENTE CORRETO


Você não pode nem deve
tirar onda de bacana,
siga à risca o que prescreve
a cartilha americana:


O correto tem política
com sanção, veto e decreto;
hoje, em coro, berra a Crítica:
“politically correto”!


É medonho dar risada
de um alguém qualquer que seja;
é proibido, na calçada,
tudo o que o momento enseja.


Como é feio destoar
do rebanho que resume
o atavismo secular
que hipócrita não se assume.


Há palavras censuradas,
que não devo aqui dizer...;
pois a censura velada
é imbatível, pode crer.


Eu sempre tive o bom-senso
de nunca ofender ninguém,
e sempre disse o que penso
contra os censores também.


Fugir à regra, não pode!
Seguir a regra, não pode!
Inconformar-se, não pode!
Ser conformista, não pode!


Não pode isto nem aquilo,
não satirize uma ode,
não se pode rir tranquilo,
rir-se tranquilo não pode!


Marcos Satoru Kawanami
........................................................................................



"Eu não aplaudo a seleção feminina de vôlei. Elas amarelaram contra a Rússia!"
(Chico Lang, no dia em que substituiu a aspirina pela injeção de penicipica na veia bostólica)



"Eles pensam que a gente é um bando de índio!"
(Osmar Garraffa, em insite clarividente no programa Gazeta Esportiva, da TV Gazeta)
.

4 comentários :

Gabriela disse...

Nossa, um dos meis preferidos até agora!
E podia ser músicado, se já não é uma música.
Grande talento.

*Sim, tudo que é "sempre" fica tão vulgarizado, né? Inclusive a felicidade... Acho que as pessoas andam perdendo a sutileza das reservas.

Paulo Vitor Cruz disse...

certa vez conheci um homem politicamente correto... um belo dia ele morreu e nem fedeu, acredita?

abraço grande.

Cáh Morandi disse...

Já estava sentido tua falta. beijos poeta...

Adriana Godoy disse...

ADOREI...APLAUSOS!!!