sábado, 27 de novembro de 2010

no princípio, era o Verbo...

Mercado Ver o Peso, acrílico de Temito
         O ato é convencional, a vontade é absoluta. A mesma vontade pode se manifestar diferentemente em atos diversos. Pois todo ato depende da matéria, e resulta de uma vontade. E, se todo ato resulta de uma vontade, no encadeamento de atos e vontades fisiológicas cerebrais a se induzirem mutuamente, a Origem desse encadeamento é uma Vontade sem ato precedente (vontade alheia a qualquer convenção material), que desencadeou todos os atos e vontades fisiológicas cerebrais; portanto, essa Vontade não pode ter origem fisiológica cerebral: a alma do índio botocudo.
Blue Forest, acrílico de Temito
         Do contrário, o funcionamento cerebral seria algo sem começo, que sempre existiu materialmente? Mas a Matéria existe a partir de quê? Mesmo que a Matéria sempre tenha existido, os atos da Matéria, à semelhança da fisiologia cerebral, têm origem numa Vontade; senão o Universo seria um moto-perpétuo, que é um conceito do Mundo Ideal já exaustivamente descartado do Mundo Material.
         “No princípio era o Verbo, e o Verbo estava junto de Deus, e o Verbo era Deus. Tudo foi feito por meio dele, e sem ele nada foi feito de tudo o que existe.”, diz o capítulo 1 do evangelho de São João.


Marcos Satoru Kawanami
..............................................


"Pau que bate em Chico, bate em Francisco."
(Flávio Prado, em declaração tão afetada de afecto pelo meu confrade da Fazendinha, que expandiu-se o círculo central do meu órgão cocognitivo; ói,  fiquei até gago!)
.

6 comentários :

Teca Eickmann disse...

Adorei o texto. A vontade é mesmo o mais forte.

Soneca disse...

Sua licença , vou tentar desfazer o nó dos meus miolos.

Inté
ps: É sempre um mistério, imagino que colocar uma Verdade Absoluta nisso tudo é apostar num galo de briga com os olhos vendados... E se ele for o mais fraco e enganar com o canto?

Apesar de ser ilegal...Deveria ser ilegal pensar nessas coisas também, me dá dor de cabeça.

André HP disse...

Excelentes fragmentos.

Leandro Fonseca disse...

O mais interessante da vida é justamente não saber com exatidão o que é a própria vida. Não saber de onde viemos, porquê viemos, pra onde vamos faz dos dias uma pluma e, ao mesmo tempo, um fardo.
-------------------------
Eu gostei da poesia no comentário em meu blog... quem escreveu? Tenho que ler de novo porque meu cérebro não conseguiu digerir tudo por completo;capiche?


---------------------------
ah! A série sobre zumbis da FOX chama-se "The Walking Dead", baseada em uma série de histórias em quadrinhos de um yanque... e dizem que tem uma puta produção, um elenco de primeira: uma qualidade muito foda! Ainda não assisti.

Jaime Guimarães disse...

Apenas saia por aí e faça o que der vontade. A matéria ou as matérias surgirão quando...der vontade. Talvez. É tudo impreciso e improviso.

Gosto disso. Não dá para manter tudo sob controle.

Jaime Guimarães disse...

...ou então aquele tiozinho que repreende os moleques que gostam de matar passarinho na rua e vive dizendo "se vocês voltar aqui pra perturbar os passarinhu, eu matu!"

Os passarinhu ou os meninu?

=D