terça-feira, 2 de março de 2010



NONSENSE 6



Todas as citações deste post são atribuídas aos seus verdadeiros autores. Juro pelo cabaço imaculado da Dercy Gonçalves!


A diferença entre a rapariga intelectual que freqüenta um consultório de psicanálise e a rapariga que limpa a privada do consultório de psicanálise é que a rapariga intelectual tem personalidades múltiplas e um orgasmo na vida, enquanto que a rapariga que limpa a privada do consultório tem uma personalidade na vida e orgasmos múltiplos.
(Carl Gustav Jung)



Quem não é nada, não sabe nada, não faz nada e pensa que pensa melhor que os outros: este é que se chama de intelectual.
(Antônio Ermírio de Moraes)



Se até os nazistas cínicos dos Estados Unidos elegeram um presidente afro-negão do tipo creoullo, eu acho que a gente, que nunca teve lei racista depois da Abolição, deveria eleger a Marina Silva, uma caboclinha representante da autêntica mulher raimunda brasileira!
(Fernando Gabeira, presidente do PV - único partido que apóia a Campanha Ficha Limpa)




CALA A BOCA!

O que eu falo não se escreve,
o que escrevo não se fala.

Dever muito não se deve,
a gargalhada é que cala
o pranto da vida breve.

O que eu falo não se fala,
o que escrevo não se deve...

Marcos Satoru Kawanami

.

6 comentários :

tonhOliveira disse...



Ops!

Afasta de mim este... e cale-se!

Calei-me!

Adriana Godoy disse...

Marcos, vc está muito engraçadinho...duvido que Jung seja o autor dessa citação. Já o A. Ermírio e o Gabeira...

"Aja duas vezes antes de pensar" Chico.

Gosto de vir aqui. beijo.

tonhOliveira disse...



Voltei com o BOM CONSELHO
do Chico Buarque e "Adriana"

Ouça um bom conselho
Que eu lhe dou de graça
Inútil dormir que a dor não passa
Espere sentado
Ou você se cansa
Está provado, quem espera nunca alcança
Venha, meu amigo
Deixe esse regaço
Brinque com meu fogo
Venha se queimar
Faça como eu digo
Faça como eu faço
Aja duas vezes antes de pensar
Corro atrás do tempo
Vim de não sei onde
Devagar é que não se vai longe
Eu semeio o vento
Na minha cidade
Vou pra rua e bebo a tempestade
...

Tu que é. Seu... macho!

P.S.: Quando eu era criancinha lá em Barbacena, brincávamos de macho,
depois fui crescendo...

Mirse Maria disse...

É Marcos, a música do Chico que o Tonho citou é linda e eu adoro.

Mas, o direito de expressão existe.

Gosto do seu jeito de menino!

Beijos

Mirse

Juliana Lira disse...

Olá Marcos

Oh eu aqui outra vez rsrsrs Achei uma explosão de idéias e ainda assim há beleza e sentimento intenso em teus versos!
O que escreves é o que no momento quero ler!

Milhões de beijos

Sandra Botelho disse...

Se for com quem amo sim ,e muito mais...
Bjos mocinho e obrigado pela visita.