terça-feira, 12 de janeiro de 2010


LENDA DO PERU

Contemplativo acerca da beleza
que lhe era própria, um dia, o Pavão
pensou: “Por que não alço os pés do chão,
e conquisto a cerúlea realeza?”.

Por ser ele incapaz de tal proeza,
lastimou do Destino a ingratidão
que ao Urubu, mais feio que um Dragão,
permitia voar por natureza.

Eis que então, num lampejo inteligente,
propôs ao Urubu, que voava à toa,
unir em matrimônio conveniente

seus filhos. Foi assim que da Pavoa
veio ao mundo o Peru, hibridamente;
que é feio pra dodói… e ainda não voa!

Marcos Satoru Kawanami
.

7 comentários :

nina rizzi disse...

rsrsrs... vc é impagável, cara.
um cheiro.

Lara Amaral disse...

hehehe, essa mistura não deu certo mesmo.

tonhOliveira disse...



Urubu+Pavoa=Uruboa ou Pavu!

Coitado do peru!

Marcou Marcos!

Abraços!

Josy disse...

Concordo cara... impagável!

Tânia disse...

UAHSUHAUSHUAHSUAS'
Pobrezinho do peru.. ao invés dos pontos bons.. só ficou com os negativos =/
Muito bom o texto, Marcos.. Você é incrível.. AUSHUAHSUAS'

BEIJOS.

Fred Matos disse...

Ótimo, Marcos.
Lembrou-me de uma estória que meu pai me contava, na qual uma estrela de cinema propôs casamento a um célebre escritor dizendo que teriam filhos belos como ela e inteligentes como ele. A obvia resposta foi o risco de terem descentes feios como ele e acéfalos como ela.
Grande abraço

BAR DO BARDO disse...

Lei da compensação às avessas...