quinta-feira, 21 de janeiro de 2010



HAIKAIS CELESTES


Verão, sol a pino.
A nuvem repousa só
no torpor divino.

Mata escura, ao léu,
súbito um novo dilúvio.
Prantina do céu.

Em um céu só seu,
uma nuvem soberana
é rastro de Deus.

Marcos Satoru Kawanami


.

Ontem à tarde, você viu aquele baita nuvão roxo?

.
fonte da ilustração: http://eunaosoudaqui.wordpress.com

13 comentários :

tonhOliveira disse...



Do céu vem os raios amaldiçoados,
soando, zoando, troando em nós.

É o final dos tempos,
é o sinal...

Revolução natural... a terra berra!

Ais caem por terra!

Se lestes, sabes!

Abraços!

Viiii disse...

Lindas poesias! (as duas) :)

nina rizzi disse...

gostei, Marcos.
e que imagem, hein!

beijo.

Mateus Henrique Zanelatti disse...

Marcos Kawanami, sou apaixonado por nuvens, não gosto muito de versos lenga lengas, essa imagem é divina, esses três versos que você escreveu são FODAS.
.
.
.
Até copiei! Mas sem fins lucrativos.

Abraço!

Marcos Satoru Kawanami disse...

Se eu vi o baita nuvão ontem à tarde? Não consegui, eu estava de costas para ele, e com os olhos cheios de lágrima.

Lara Amaral disse...

Após se derramar
a massa cinza
Vem o azul despontar

Bonitos haicais.

Bom fim de semana!

Mirse Maria disse...

Lindos HaiKais!

Celestes e reais!

Parabéns, Marcos

Beijos

Mirse

nina rizzi disse...

Marcos, hoje conheci uma moça (uma coroa, vá, e linda por sinal), que viveu boa parte da vida aí em Nhandeara :) falei de vc pra ela e ela disse que o sobrenome não lhe era estranho, disse pra eu lhe perguntar se não conhece ela: lilly, ex-mulher do "fiel", parece que todo mundo na cidade conhece ele.. rsrs..

um beijo.

Marcos Satoru Kawanami disse...

Fiel, que não tira o chapéu?

Marguerita disse...

Meu caro, a terceira imagem com veias dá este look "varizes"!
Pelo menos, eu acho.

RS!

Ótimo domingo pra ti!

BJs

Gabriela disse...

Ele, sempre Ele.
Em tudo que eu vejo.

Úrsula Avner disse...

Olá meu caro escritor, haikais são difíceis de elaborar com beleza poética e de acordo com as regras exigidas. Os seus estão encantadores. Um abraço.

Bruno disse...

Belos haikais!!!

Aqui em Curitiba anda meio repetitivo escrever haikais. Acho que já esgotei as possibilidades de "chuva de verão", hahaha.

Venho aqui faz um tempo, agora foi a primeira vez que decido comentar. Mas sou leitor, viu?

Abraço!