quinta-feira, 12 de novembro de 2009


CÂNTICO EM DESCOMPASSO


Uma insone prantina, orvalhando o lençol,
a cintilar, reflete o que não há de sonho
no cântico ideal feito réquiem medonho
em pentagrama* impresso ao arribar do Sol.

Mas, a cada manhã, revigorar suponho
o cântico, alentando-o mais em cachecol
insano, e espiralado qual um caracol
a furtar-se do agreste, gris mundo enfadonho...

Mundo enfadonho!, duro, rijo em teus limites:
por que dás-me esperança?, se tanto é proibido
sob a tua foice atroz; por que sonhar permites?

Amo, sabes?, mas este bem vem preterido
pelo tempo de eu não-ser, e nada há que evite
se aflora-me anacrônica cruel libido.

Marcos Satoru Kawanami

*pentagrama: 5 linhas da partitura musical.

13 comentários :

Adriana Godoy disse...

Esses sonhos eróticos, heim?

nina rizzi disse...

uau. a última estrofe me seria um poema completo.

engraçadinho o poemeto cá embaixo. e coma foto da lindsay mais ainda :p

beijos, menino.

Marcos Satoru Kawanami disse...

Adriana,

Ontem, preparei para minha patroa um spaghetti à putanesca com muito orégano.


Nina,

Aquele lá de baixo é poema? Eu quis fazer uma piada. Sim, não levo jeito pra piada mesmo...


=D
Marcos

Junker disse...

Até abri uma cerveja pra ler com mais coerencia!

Mirse Maria disse...

Perfeito, Marcos!

Soneto e intençaõ em sacra harmonia!

Amei!

beijos

Mirse

Marcos Satoru Kawanami disse...

Junker,

Depois da cerveja, abre uma pinga, que eu também só escrevo zuado.


Mirse,

O conflito é a minha harmonia.

A nossa crença é a mais bela e saborosa porque é contraditoriamente espetacular; não poderia existir se não fosse o Caminho, a Verdade e a Vida!


pax et bonum
Marcos

Fred Matos disse...

Penso que um monte de gente daria qualquer coisa para ter uma libido, e, então, não a consideraria nem cruel, nem anacrônica. Em suma: você está tão poderoso quanto no soneto.
Abração

Marcos Satoru Kawanami disse...

Fred,

tem gente dando qualquer coisa, é?

é verdade que baiano é homem só até meio-dia?


=D
Marcos

CHRISTINA MONTENEGRO disse...

Humor TAMBÉM É poético"...
Aliás, a melhor poesia (como a melhor Arte) é a que é tão grande que contém humor!...
BJS!

BAR DO BARDO disse...

Mereces um ósculo de vossa amada!

Gabriela disse...

Gosto mesmo é da sua diversidade.

*Entendi o comentário sim!ehehehe
Obrigada,moço.

Úrsula Avner disse...

Olá Marcos, belo poema num versejar
admirável... Obrigada por seu carinho em minhas páginas no blog. Um abraço.

Lara Amaral disse...

Genial, Marcos!

Abraços!