sexta-feira, 23 de outubro de 2009

















FREUD EXPLICA?
(ficção total)

para Glauco Mattoso




“No fundo, o grande sonho masculino
é conseguir chupar a própria tora”,
assim falou Mattoso numa hora
em que se axibungava seu destino.

Quanto a mim, o meu sonho de menino
era beijar meu próprio cu por fora,
e meter com volúpia e com demora
a piccola piroca no intestino.

Aí, porém, a coisa se complica
pelo meu anatômico limite,
que não é só meu, ao que tudo indica...

De modo que, se o mestre me permite,
perguntarei: Será que Freud explica
o nosso tão onânico apetite?

Marcos Satoru Kawanami

.

10 comentários :

Lara Amaral disse...

Está afiado, em colega? Ainda bem, para sua esposa, que o soneto é ficcão, hehe.

Abraços.

Adriana Godoy disse...

Nem Freud explica, mas o soneto tá bom demais! Bj

Soneca disse...

O_O'

Ermh...Ficção... né?!
...
Mas o seu sonho pode se tornar realidade! \o/
Tem uma cantor de rock que tirou uma costela para fazer isso.
Exótico, é tudo o que digo.

Inté

Lorita disse...

Será que Freud explica as Amélias?

;)

Bjo

Natália Corrêa disse...

hahahaha
o melhor de tudo é o lembrete incial: "ficção total".

Úrsula Avner disse...

É meu caro Marcos, Freud dizia que somos seres sexualizados por excelência... Só não sei se ele conseguiria " explicar" a razão de tamanho apetite sexual... Rs rs rs
Um abraço.

Fred Matos disse...

Será que é a isso que chamam de amor próprio?
Ótimo, Marcos
Abração

tonhOliveira disse...


Se não fosse ficção, seria bixona...
ou é o contrário?

Com todo respeito... ahahah!

Abraços por trás!

Brincadeira Marcos!

BAR DO BARDO disse...

aiaiai!

não havia lido...

putz - ó tu mermo, capiau!

Bezerra Guimarães disse...

kraka!!!

Ah... que soneto.

Quanto a Freud...
Ainda não consigo enteder pq ele acha que mulher tem quando criança inveja do homem!