sábado, 5 de setembro de 2009










FRACTAL

- soneto em alexandrinos -






A forma está presente em toda a natureza…;
inútil refutar tamanha onipresença,
meu caro modernista afeito à desavença,
que empunha o gládio em vez da lira (com certeza).

Poeta, no pós-tudo, até sem ter destreza
na rima amor com flor, e ninguém há que vença
ensinar-lhe o valor da antiga e firme crença
que o esmero, ao divinal fitar, propõe beleza.

A prova aí está, desponta na ciência
vitaminada, além ultra, que é chic e tal
— o zelo da razão é paz, sem penitência…

Em um minério ou bem em plantas de quintal,
em um soneto ou bem na gênese da essência:
a forma lá está, na equação de um Fractal.

Marcos Satoru Kawanami



ACCORDO ORTHOGRAPHICO

Cu não tem acento, mas o meu cu tem assento.
Marcos Satoru Kawanami
.

13 comentários :

Marcos Satoru Kawanami disse...

se a idéia for muito boa, não precisa ser prejudicada pela forma.

mas, sendo possível, haja forma; principalmente se a idéia for comum.

=D
marcos

BAR DO BARDO disse...

marcos, posso jogar no seu time?

em literatura você joga muito bem - e faz muito gol...

felicidades, mestre!

Adriana Godoy disse...

esse soneto tá de primeira, mesmo que em fractais alexandrinos, parabéns, Marcus.

PS: Antes do acordo cu também não tinha acento, só assento.

Madalena disse...

Saudade não do cheiro do cigarro.
Saudade é do amor.

Marcos Satoru Kawanami disse...

Adriana,

em matéria de cu, eu prefiro ser ignorante...

=D
marcos

Mai disse...

Dizem que: quem tem - terminação intestinal - tem medo...
E com ou sem assento no sem acento do tal c... eu terei que admitir e aplaudir a tua genialidade. Teu soneto é ecológico e perfeito, como perfeitos foram os gols do Brasil.
E, mais-que-perfeito, para nós, sempre será vencer a Argentina no Futebol. Bônus (com acento) foi ver a cara de c... sem acento do maradona na terminação do jogo...

Abraços e grata pelas visitas e comentários no 'inspirar-poesia'.
Sinta-se, sempre, à vontade e entre amigos.

Soneca disse...

E isso só me traz a dúvida da existência...
Como a ciência explica tantas formas espetaculares, foram os átomos?!
haha & ha

Dexe comigo, quando eu morrer, volto pra gente falar das formas...

Inté
ps:O que seria essa coisa verde?Talvez um alien?!Um repolho?Desculpe minha santa ignorância, batman.
ps: Reforma ortografica é o ó, mas eu ainda mando esses caras tomar nos fundilhos. Phalou.

Marcos Satoru Kawanami disse...

Mai,

Então sou ecológico, e não sabia. Não fico preocupado com o destino do planeta, da humanidade, do Brasil, do Vasco na série B... Quem sou eu pra resolver essas paradas? "O pão nosso de cada dia nos dai hoje." -e já tá bom pra dedéu.


Soneca,

A coisa verde é um brócolis.
Os teus poemas em verso-livre são bons, porque a forma não deve prevalecer em detrimento da boa idéia. Da boa idéia.

paz e bem
Marcos

.

Paulo Bono disse...

Kawanami, meu velho, você tem cultura. os resto são blogs.

abraço

IsabelleC. disse...

esses acentos se metem demais! haha


eu adoro pijamas
em meus aniversarios, ganho muitos pijamas
enfim
pijamas são muitas horas em minha vida


beijo marcos!

e melhor que blusas velhas, são lençois velhos

sblogonoff café disse...

De link em link a menina Lê os blogs!

Foi assim que cheguei aqui e estou ainda apreciando...
"A gênese da essência". Coisa profunda isso, é o ínicio do início, daquilo que imprime sentido ao resto. E eu não sei se isso tem bem uma forma exata não.
Quando a palavra não cabe em si, extrapola, derrama como leite fervendo. Mas um modelo parnasiano não deixa de ser belo, como disse, como uma calça de cintura baixa numa mulher de corpo perfeito.
O mundo tem sala, copa, cozinha e três quartos de água. A água tem a forma que lhe dão, mas quando é mar é belo. Quando é chuva é belo. Quando é poça, também é belo. Quando é gelo é belo.
Enfim...
Este foi só um comentário, é preciso precisão de joalheiro pra fazer um soneto alexandrino! Parabéns!!

Mas o meu pai foi rei...
Foi?
Não foi?!!

Sopro de Eves!

Tânia disse...

Oi Marcos.
Adorei o texto.. principalmente o final do post.. UAUSAS.. to rindo até a gora.
Bom.. que bom que voce gostou do meu texto.. fico muito feliz.. e quem dera um dia ser COMPARADA á Voltaire. rs

beijoo.
P.S: O MEU CU TBM TEM ASSENTO.. aushuas muito bom.

CHRISTINA MONTENEGRO disse...

Estou encantada com um livro que acho que você ia gostar também: "O Modernismo" do Peter Gay.
Se ler, depois me conte!
BJS!