sexta-feira, 26 de junho de 2009










Velho Tema I








Só a leve esperança, em toda a vida,
Disfarça a pena de viver, mais nada;
Nem é mais a existência, resumida,
Que uma grande esperança malograda.

O eterno sonho da alma desterrada,
Sonho que a traz ansiosa e embevecida,
É uma hora feliz, sempre adiada
E que não chega nunca em toda a vida.

Essa felicidade que supomos,
Árvore milagrosa que sonhamos
Toda arreada de dourados pomos,

Existe, sim: mas nós não a alcançamos
Porque está sempre apenas onde a pomos
E nunca a pomos onde nós estamos.


Vicente de Carvalho
.

4 comentários :

Mateus Henrique Zanelatti disse...

Esperança, é isso aí! Me inspirou...

Abraço

Eloisa disse...

Que linda a imagem, é o tal ipe amarelo?!

:***

Ana Karenina disse...

Ninguém conseguiria viver, se não tivesse, dentro de si, a eterna espernaça no porvir. Dizer que o amanhã virá, é o mesmo que dizer que tudo pode melhorar.

Belíssimo!

Beijos.

Marcos Satoru Kawanami disse...

Elô,
é o ipê amarelo. o ipê é a árvore símbolo do Brasil, assim como o tucano é o passarinho símbolo do Brasil.

Ana Karenina,
a tua foto sem a flor mostra melhor a tua exuberante beleza natural.


pax et bonum
marcos