domingo, 8 de março de 2009

SOL & LUA

O fim da tarde se esboça
Como a angústia da procura;
Vivo meu triste presente
Quando o sol se vai poente

Maior desgosto não há
Para o sol que sempre busca
Diurno, sem ter como achar
A altiva e singela lua.

No fim da tarde se esboça
A certeza da amargura,
A tristeza da procura.

Vivo meu triste presente,
Meu presente de procura,
Como o sol que busca a lua...


Marcos Satoru Kawanami

.