sexta-feira, 20 de fevereiro de 2009

soneto de carnaval



RUBICUNDA

Eu sempre quis rimar com “rubicunda”
a farta bela boca da Mulata,
que até hoje meu peito desacata,
e meu crânio, de pranto, pois, inunda…

O Amor é fogo que arde pela bunda
que abunda e retumba e diz na lata
da bunda européia super-chata:
—Quem manda no terreiro é a Raimunda!

Mas…, por de injusto ser chamado o mundo,
não posso “rubicunda” aqui rimar
após num tal problema ir a fundo:

Insiste o Dicionário em afirmar
que é vermelho o que se diz rubicundo;
e a Mulata, esta cor, não tem pra dar…

Marcos Satoru Kawanami

22 comentários :

Tânia disse...

Marcos, o que é RUBICUNDA? (nunca ouvi falar..rs)
beijo

Tânia disse...

Ah tah..entendi..

Tânia disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Juana disse...

Fui eu sim! Brigada amor!

Nathália disse...

Nunca tinha ouvido essa palavra. Hahaha

Minnie_ disse...

Sabia que eu adoro esse seu jeito de brincar com os poetas?
Rubicunda, Meu vocabulário agora tem mais uma palavra!
Mas será que um batom não dá jeito?

Um beeijo!

Flávia disse...

A-DO-REI a Rubicunda.

E A-DO-REI mais ainda a sua criatividade. Vi um comentário seu lá no meu blog, entrei, mexi nas suas coisas, mas não tinha tido tempo de comentar porque andava trabahando demais, e agora, finalmente, posso te agradecer pela visita e te dar os parabéns: vc é ótimo.

Roubei seu link.

Beijos e bom feriado!

Minnie_ disse...

Sei que não tm nada a ver com a pobre rubicunda...
Só uma coisa que, lendo um comentário seu, me fez lembrar.
Você estava falando que nunca conseguiu imaginar realidades à parte, certo?
Pois bem, eu não acho isso de todo ruim. Pois a gente parte da realidade para uma certeza. Por exemplo, eu não posso acreditar nessa crença de que o homem inventou Deus. Eu não acredito a partir de mim, é a partir da realidade que grita: Ele existe! É essa a razão de todas as coisas que existem, anunciar a glória Dele.
Então, que bom que você não consegue afundar na imaginação!

Um beeijo!

Karine disse...

Huahuahauhau..Rubicunda?!

Muito legal!
Obrigada pelo comentário,Marcos!

^^

beijinhosssss

Karine disse...

Ahh..Eu tb amo café.Puro.

^^

beijinhos!
:*

Natiane disse...

bom saber que voce é catolico eu participo da pastoral da catequese tenho tres anos que sou catequista.

Sunflower disse...

é ca-la-ro que bunda foi a primeira coisa que pensei.

Mentira.

Foi a única coisa que pensei.

beijs

vários um disse...

C tem a manha hein flin?

Viiii disse...

Muuito bom o soneto! Adoro sua criatividade e nos faz aprender um pouco mais, nunca tinha ouvido a tal palavra, rsrs.. Vermelho, não é? Nunca poderia imaginar!
Abraços

Lisa Alves disse...

talvez a cor do liguido que corre nas veias de nossa gente, faça juz ao nome.

Bom carnaval, cuidado para não saltar para um universo paralelo. rs

nina rizzi disse...

eita, menino...

tonhOliveira disse...



♫ bum, bum, paticumbum, prugurundum!

Olha o Marcos aí gente!

Clap! clap!

Marguerita disse...

Rubicunda é Raimunda com certeza!

____

Não boiou tanto assim. Nostalgia, mas da boa!

Bjo

Edith Janete disse...

Viva o Carnaval e a Rubicunda!!
Mas só nos blogs...hehe
Bjo

BAR DO BARDO disse...

Kawanami, brasileiríssimo.

Muito bom!

Primeira Pessoa disse...

marcos,
gostei do seu blog.
voltarei muitão.
abs,
roberto.

Primeira Pessoa disse...

marcos,
gostei do seu blog.
voltarei muitão.
abs,
roberto.