segunda-feira, 16 de fevereiro de 2009






JUANA VÊ

"Meus olhos vêem tudo, mas nada compreendem."
Juana S. C.







Eu vejo tudo, e não compreendo nada
do que ao redor de mim se vai movendo;
meu pensamento tem sempre o adendo
socrático que assumo, conformada.

Num corpo de mulher fui adequada,
e desde que nasci estou morrendo;
mas alma livre sou, e vou querendo
os ledos sonhos dos contos de fada.

Está em toda parte o bom mistério
sagrado que compõe a Criação,
decifrá-lo não cabe ao meu olhar.

Pois sigo um firme e racional critério
decantado em humilde coração:
eu vejo tudo, para tudo amar.


Marcos Satoru Kawanami

.

8 comentários :

Tânia disse...

Oque me encanta em uma pessoa é o olhar.. o olhar diz tudo !
afinal, os olhossão a porta da alma !
Belo post !
beijoo

Karine disse...

Ameei!!

Essa última estrofe então..perfeita!

:)

beijos,Marcos!
:*

Arlequim disse...

meus olhos também..

Karine disse...

Hauahhuahauhau..Essa foto é da minha formatura do Ensino Médio!Em Dezembro de 2008!Mesmo com a maquiagem,as pessoas insistiam na minha cara de criança!
Sério..Eu nunca consigo enganar ninguém com a minha idade!

^^

Beijinhos!
Ah..É,esse capítulo foi um pouco agressivo,mas Alice poderia estar na TPM,quem sabe?Uma mulher fica beem agressiva nesse período.

;)

Tânia disse...

Opa..é oquee pretendo fazer =)
beijoo !!

Lais Dutra. disse...

AMEI esse texto, mesmo.

Nêssa disse...

Muito Bons, texto e fotografia.
gostei da parte em que escreveu
'e desde que nasci estou morrendo'.

identifiquei-me com o texto! :D

Tânia disse...

Minha mãe conhece ele, meu irmao conhece ele, minha irma conhece ele, só eu que não conhecia.. asuaushau
beijo