sábado, 17 de janeiro de 2009

PARA SER FELIZ

"Abrindo um antigo caderno, foi que eu descobri: antigamente eu era eterno."
(Paulo Leminski)



Para ser feliz, é preciso emburrecer;
é preciso ouvir Rock, mas ouvir Rock Pauleira;
é preciso chegar além, chegar à beira
da total ignorância do nada temer;

é preciso, valente, retornar a ser
criança, pois a infância é sempre prazenteira:
tempo de ouvir, falar, fazer muita besteira;
é preciso, pra ser feliz, desaprender...

Para ser feliz, é preciso acreditar
bastante em Deus, e nem um pouco na Ciência,
mas sem cismar com Deus, a bem da irreverência.

Para ser feliz, é preciso respeitar
o Ramadã, o Sábado..., também o ebó,
e é bom, de vez em quando, até virar bocó!

Marcos Satoru Kawanami

7 comentários :

Sonia Schmorantz disse...

Façam tardes as manhãs
Façam artes os artistas
Faça parte da maçã
A condenação prevista
Façam chuvas os Xamãs
Façam danças as coristas
Façam votos que esta corda
Não sabote o equilibrista

Façam Beatles "For No One"
Faça o povo a justiça
Faça amor o tempo todo
Que amor não desperdiça
Faça votos pra alegria
Faça com que todo dia
Seja um dia de domingo

Façam tardes as manhãs
Façam artes os artistas
Faça parte da maçã
A condenação prevista

Façam Beatles "For No One"
Faça o povo a justiça
Faça amor o tempo todo
Que amor não desperdiça
Faça votos pra alegria
Faça com que todo dia
Seja um dia de domingo

(Osvaldo Montenegro)

Votos de um lindo final de semana
Um abraço

dreamlove disse...

Poxa..vc faz belos poemas..Parabéns pela cruiatividade!!
E quanto á minha mudança..minha vó falou um pouco a respeito disso..eu fiquei assustada..mas é só tomar cuidado né??
Obrigada pelas dicas !!

Um grande abraço !!

Sunflower disse...

Não sei se você se liga em biografias, mas picasso, antes de pintar "tudo errado" e fazer aquela a marca dele, ele teve que desapremder a pintar. Foi o que ele disse.

Afinal, o que é aprender? Acho que a gente só apreende.

beijas

may disse...

gostei muito do seu comentário no meu blog, aquilo que você escreveu é totalmente a verdade. Temos que vencer os nossos próprios preconceitos!
ah, adorei o poema, você escreve muito bem :)

Cami disse...

Hahahaha, bem legal esse poema.
Gostei!

Bjs

Lulu disse...

Oie Satoru... com blog, legal, só não esquece de enviar os poemas por email tb ainda guardo os seus e do Leo tudo numa pasta... arquivo para a posteridade...

bjussss

BAR DO BARDO disse...

G E N I A L !

(E cuidado com as lisonjas... Elas destroem a humildade! E matam a poesia, enforcando-a com uma cinta-liga vermelha!!!)

E não se esqueça de escutar "Polly", do Nirvana.

E...

And...

Et...