sexta-feira, 23 de janeiro de 2009

AO MEDO(?) DE JUANA

AO MEDO(?) DE JUANA

É sinistro o olhar alheio...
Gente me apontando o dedo,
sem saber que o meu enleio
de Amor é o que lhes dá medo.

Marcos Satoru Kawanami